- sábado, 30 de abril de 2011


... De algum episódio dos Superamigos!

Han Solo, por Bruce Timm

Architecture 101, Aled Lewis



Wonder Woman, por Bruce Timm

Zatanna, por Bruce Timm

Girls just wanna have fun!

- sexta-feira, 29 de abril de 2011


... That's all they really want: Some fun!

Por: Andhora Silveira

Reais garotas nerds

- quinta-feira, 21 de abril de 2011
No twitter, vi algo que dizia mais ou menos assim:

"Garota Sexy Nerd/Geek da semana, mande suas fotos; NÓS QUEREMOS VOCÊ!".

Certo, fui dar uma checada no link, a ideia poderia até ser interessante se tratasse de garotas nerds reais.

Mas o que eu vi foi uma modelo em roupas mínimas com uma armação de óculos pesada fazendo poses sensuais e bancando de nerd. Ok, você não é nerd.

Coisas como esta sempre me queimam por dentro.

Em primeiro lugar, eles não estão realmente à procura de garotas nerds. Eles estão procurando estrelas/modelos dispostas a usar armações de óculos de plástico, com sua maquiagem habitual e saias curtas, intencionalmente sensuais e com algum item que remete à tecnologia, ou à "coisas de nerds", assim encarnando um fetiche e ganhando em cima disso já que ser nerd é "legal e na moda" agora. Existem muitos sites assim.

Em segundo lugar, eu tenho uma informação para os criadores de Garotas Nerds. Eu fui uma nerd. Eu sou uma nerd. E isso não era e nunca foi divertido. Não era sexy. Não era popular. As coisas nunca foram boas para mim, e ninguém me queria do jeito que eu era, por muitos e muitos anos eu era apenas a "CDF" da sala vítima de gozações, que todos chiavam quando acertava a pergunta do professor, até eu crescer e me tornar uma garota com corpo de mulher, mas ainda assim nerd. Mas isso não é o que o público quer ver e reconhecer.

O site pede "garotas nerds/geeks sexy". A fetichização superficial e altamente sexualizada de uma garota de fantasia que finge ser uma nerd. Eu estou disposta a apostar quem ali não ama a ciência, computadores, ou livros. Quem não pode usar aqueles sapatos porque doem? Quem é ímpar, quem é introvertida, que não faz amigos facilmente? As pessoas não te amam por isso, a bela imagem é mais fácil de se amar.

Garotas nerds reais reivindicam objetivos diferentes: desmontar os mitos de que os meninos são melhores em matemática e ciências do que as meninas, mostrar que uma garota inteligente pode revolucionar o nosso futuro e incentivar outras meninas a mudar o mundo através da ciência, tecnologia, engenharia e matemática, ao abraçar o seu poder feminino.

Quero ver esses sites mostrar a face dessas mulheres. Seria fantástico ver uma série sobre mulheres cientistas reais e suas lutas no mundo da escola e do trabalho. Mulheres normais com carreiras científicas.

Eu adoraria ver algo que realmente explorasse profundamente e derrubasse mitos sobre a capacidade das meninas na matemática! Mas o que estão vendendo aqui pouco tem a ver com a vida real ou o poder feminino de garotas nerds de verdade.

Isso está prejudicando as garotas nerds reais. Concordo que admitir a mulher em questões e assuntos técnicos é uma questão complicada, considerando toda vulgarização da mulher principalmente em tempos mais atuais. A situação é um pouco mais complicada quando você introduz coisas como papéis de gênero, papéis sexuais, e misoginia. Eu sou uma grande defensora dos direitos das mulheres em geral, e faço o que posso para promover a igualdade dos sexos no meu próprio campo trabalho.

Pode ser difícil promover isso. A sociedade, por vezes, só vê as mulheres como objetos sexuais, o que é injusto. Eu prefiro pensar em complexidade, e vejo a sexualidade da mulher como uma estrutura rica. Estas mulheres são fortes, inteligentes, tecnicamente avançadas.

Não estou dizendo que não existem mulheres bonitas e inteligentes ao mesmo tempo, só estou dizendo que a beleza está muito além de uma fachada externa. E isso torna tudo mais interessante. Acho que precisamos superar essa nova tendência/bobagem.
- terça-feira, 19 de abril de 2011


Arte: Lauren Montgomery



Arte: Phil Winslade

Linguagem de sinais para a matemática

Representações simples e úteis para estas funções:

Minhas Impressões: Wonder Woman - Mulher-Maravilha (2009)

No panteão dos heróis das histórias em quadrinhos, acredito que nenhum personagem seja tão antagônico quanto à Mulher-Maravilha: uma grande guerreira, uma moça inocente e ingênua; fiel feminista e princesa em busca de criar uma aliança no mundo dos homens.



A Mulher-Maravilha resistiu desde o ano da sua criação, sem o impulso que seus irmãos Superman e Batman tiveram. Não houve nenhum filme de sucesso para ajudá-la e nenhuma plataforma inovadora para apresentá-la a um público mais amplo. O máximo que ela teve foi uma série de TV estreada por Lynda Carter (live-action que não valorizou o seu potencial), e alguns preciosos episódios produzidos pelo grande Bruce Timm no desenho da Liga da Justiça.

Felizmente, tudo isso mudou quando a DC Comics juntamente com a Warner decidem fazer um filme que me fez ter a mesma devoção que tenho por outros filmes produzidos pela DC.

O filme abre cena com uma épica e violenta batalha de tirar o fôlego. As Amazonas são mulheres guerreiras lideradas pela Rainha Hipólita, e elas lutam contra Ares, o Deus da Guerra e seu exército.



Durante a batalha Hipólita mata seu próprio filho, fruto de um caso seu com Ares e logo depois derrota Ares com a intenção de acabar com seu reinado de uma vez por todas. Entretanto Zeus não permite que Hipólita mate um de seus filhos.

Hera intervêm tirando parte dos poderes de Ares e dando autonomia às Amazonas para mantê-lo preso. Além da "custódia" de Ares, Hera presenteia as Amazonas com a a ilha de Themyscira, a Ilha Paraíso, onde lhes é concedida a eterna juventude e isolamento da maldade dos homens.

Perturbada com a violência inerente aos homens, as amazonas de Themyscira escondem sua ilha com um feitiço mágico, sempre preservando a sua utopia.

Hipólita anseia por uma filha e para inaugurar esta nova era de paz, Hera abençoa Hipólita com uma filha esculpida do barro. Sua filha possuía indescritível beleza, graça e força: "bela como Afrodite, sábia como Atena, forte como Hércules e rápida como Mercúrio", e a ela foi dado o nome de Diana.

Na ilha, as Amazonas treinavam as artes da guerra, estudavam artes, mitologia e viviam em muita harmonia.

Muitos séculos depois, o piloto de caça norte-americano, Steve Trevor é abatido sobre Themyscira. De alguma forma o campo de camuflagem que esconde a magia é interrompido o que permite a Trevor cair na ilha.



Maravilhado com aquele paraíso de belas mulheres, Trevor acaba encontrando Diana e se apaixona imediatamente por ela. Diana derruba Trevor por um instinto de defesa e leva o piloto até à sua mãe. Hipólita decide que ele deve retornar para sua casa, mas não deixa que sua filha se responsabilize por tal tarefa.



Então Hipólita promove uma competição entre às Amazonas para escolher aquela que irá escoltá-lo. Diana, secretamente, participa das competições, não perdendo uma batalha sequer.

Porém, enquanto ocorre o torneio, Ares manipula a Amazona responsável pela proteção de sua prisão e foge em busca de vingança e da dominação do mundo.

Sendo a vencedora do torneio, Hipólita não pode impedir sua filha de cumprir o seu desejo. Só que agora Diana tem duas missões: mandar o galanteador Steve Trevor de volta para o seu mundo e prender novamente Ares.



O filme faz um ótimo trabalho de adaptação da origem da Mulher-Maravilha. Preservou o contexto de sua origem e alguns detalhes que fazem da Mulher-Maravilha o que ela é: encantadora, forte, decidida. Seu romance com Steve Trevor também é preservado. Ele a chama de "meu anjo" tal como é nos quadrinhos, o que eu achei uma certa graça, tendo em vista que ele a trata assim desde a primeira edição da Mulher-Maravilha, na década de 1940.

O que fez desse filme muito divertido foi o roteiro espirituoso de Michael Jelenic, William M. Marston e Gail Simone, junto com o trabalho de voz excelente.



Muito do humor neste filme é encontrado nas brincadeiras de gênero, que incluem Steve Trevor comentando sobre "o peitão" da Mulher-Maravilha, quando sob o feitiço do laço, ou quando Trevor tenta (sem sucesso) embebedar a Mulher-Maravilha a fim de seduzi-la, ou a crítica que a Mulher-Maravilha faz a forma como as mulheres se comportam perante aos homens.

Outra cena muito legal é quando a Mulher-Maravilha encontra uma garotinha chorando porque os garotos não deixam ela brincar com eles, pois "é brincadeira de menino". Diana fala para a menina ir lá e "mostrar a eles como se brinca". Achei isso muito lindo, pois não trata-se de um discurso puramente feminista, mas sim de respeito entre homens e mulheres. A mulher não pode deixar ser subjugada pelos homens.

Eu não costumo acreditar que os personagens de desenhos animados podem ter química, mas quando eu vi a relação entre Diana e Trevor, minhas ideias mudaram. Eles possuem muita química juntos.

O diretor Lauren Montgomery e o produtor Bruce Timm merecem muito crédito pelo equilíbrio entre as cenas de ação, humor, e o teor sexual envolvido e representado com muita sutileza. É um filme incrivelmente agradável de assistir e intenso.

É perfeito para os fãs de quadrinhos, amantes da animação e aficionados de ação. Classifico-o como um dos melhores filmes que assisti da DC Comics.

- sábado, 16 de abril de 2011


Princesa Leia (Carrie Fisher)


Han Solo (Harrison Ford)

Cientista Mutante


A mutant scientist - The Atheist, Volume 1: Incarnate.

Lois Lane & Clark Kent


Por Bruce Timm ♥

Signs (Sinais, 2002)


Você subestima o poder do Lado Negro. Se você não lutar, então encontrará o seu destino.

Darth Vader/Anakin Skywalker

Ficha de identificação de zumbis

Aprendendo o alfabeto


... com os super-heróis!

Quando eu tiver um(a) filho(a) e ele(a) estiver aprendendo a ler, vou fazer cartões gigantes com essas letras para ele(a) aprender o abecedário ^^'

- quinta-feira, 14 de abril de 2011

Wonder Woman Fair, por Steve Rude

Minhas Impressões: Superman/Batman - Apocalypse (2010)

"Superman/Batman: Apocalypse". É um filme que vale a pena assistir ou devemos ignorá-lo?



O filme é uma sequência do filme Superman/Batman: Public Enemies (Inimigos Públicos – ainda preciso assistir), e leva você a uma viagem onde Kara Zor-El (Supergirl) descobre sua herança kryptoniana e seu verdadeiro poder. A cena de abertura em si é muito bem feita, e como espectador temos uma visão relativamente boa de Gotham City durante a noite: escura, tenebrosa, e cheia de balões de vigilância automatizados. Os dirigíveis cruzam o céu noturno, interceptando os restos de um meteoro de kryptonita que caem no porto, chamando a atenção de uma pessoa em especial, o Batman, que estava em reclusão, isolado do mundo, de acordo com um programa de rádio.


Curiosamente, a transmissão também menciona que o Superman está fazendo um depoimento no tribunal contra Lex Luthor para destituí-lo da Presidência. Um pouco de história por trás é sempre bom, provocando alguma curiosidade.

Batman coloca um equipamento de mergulho e decide investigar a queda dos destroços. Descobre pedaços de kryptonita no fundo da água, além disso, encontra uma nave vazia. Sua investigação é interrompida quando alguém rouba o seu veículo.

Em seguida, temos a primeira aparição de Kara. Ela acaba de sair da água, caminhando pelo cais e completamente nua e aborda inadvertidamente três homens trabalhadores portuários. A cena me lembrou o filme Splash – Uma Sereia em Minha Vida (1984), com Tom Hanks. Os homens começam a soltar gracinhas e a insinuarem-se, assustando Kara. Então, ela usa sua super-força contra eles e lhes dão uma lição; depois de muito massacre, um dos homens lhe entrega o casaco. Devidamente (ou quase) vestida, ela foge e descobre que possui poderes que não consegue controlar.



Batman encontra Kara e começa a confrontá-la, expressando antipatia imediata por sua imprudência. Batman investiga e descobre que a garota misteriosa possui poderes iguais (ou superiores) aos do Super-Homem.



Superman supõe que a moça é a sua prima, Kara Zor-El. As memórias de Kara estão distorcidas e seu controle sobre sua recém-descoberta de super poderes é tênue, por isso Batman e a Mulher-maravilha insistem que Superman entregue Kara aos cuidados das Amazonas na Ilha Paraíso para que a Mulher-maravilha e suas irmãs possam fazer sua tutela e um treinamento com a garota.



No entanto, a presença de Kara na Terra não passou despercebida: Darkseid, déspota do mal, do planeta Apokolips, está ciente de que Superman tem um novo protegido com poder inexplorado, e precisando de um novo capitão para a sua guarda real, Darkseid tenta capturar Kara para fazer uma lavagem cerebral e convencê-la a ficar do seu lado.

Darkseid consegue o que quer, deixando o Superman, Batman e Mulher-maravilha sem escolha. Porém o trio consegue a ajuda de uma ex-capitã do exército de Darkseid, Barda, e ultrapassam os portões de Apokolips, levando Kara de volta, à força. Mas, como qualquer fã do Universo DC sabe, Darkseid está longe de ser um vilão simples de combater.

Alguns confrontos épicos de heróis com super-poderes, se completam com grandes destruições e demonstrações de força. O filme não decepciona neste aspecto, e as lutas entre Superman, Supergirl e Darkseid são especialmente impressionantes. Os últimos 30 minutos do filme são muito bonitos.


Superman/Batman: Apocalypse é um filme bastante agradável, uma vez que você se acostuma, mas não é nada especialmente memorável ou espetacular. Eu esperava mais de Darkseid.

A animação é impecável. O desenho dos personagens me passa uma sensação de maturidade em oposição aos desenhos anteriores. Batman parece muito intimidador, enquanto Superman tem aquele queixo bem talhado que conhecemos e amamos. Quanto à Kara, o desenho ficou bonito, porém a personalidade dela que me foi passada foi a de uma garota fútil e sem muita profundidade. Foi necessário a Mulher-maravilha para educá-la. O filme não vai sufocá-lo de emoção, e Kara precisa de um verdadeiro desenvolvimento de caráter.



Um dos pontos altos do filme, tirando as cenas de batalhas, foi o momento em que Superman retorna a Smallville para mostrar a Kara onde ele cresceu e foi educado. As cenas da fazenda dos Kent são realmente impressionantes. O roteiro do filme é sólido, mas poderia ser melhor explorado. Eu esperava um pouquinho mais de acúmulo de tensão. Mas esta é realmente a história da Supergirl e os fãs dela irão amar.

Em suma, este é um excelente complemento para a sua videoteca de animações da DC. Assim como todos os outros que vi antes, é sempre uma maravilha ver meus personagens favoritos em histórias que ganham vida com uma excelente animação.


Minhas esperanças


Eu espero que você encontre uma razão para existir e que você se agarre a ela. Espero que você seja desafiado e inspirado por aqueles que o rodeiam, mas que não seja derrotado por ciúmes. Espero que você seja capaz de olhar em um espelho com confiança. Espero que você ficando doente passe a apreciar sua saúde e a cuidar melhor dela. Espero que você passando algum tempo de necessidades ou problemas financeiros aprecie aquilo que você conseguir por esforço. Espero que você ainda acorde com empolgação, animação e cheio de expectativas com o dia que estar por vir, mas que você também faça com que cada dia do ano seja único. Espero que você aprenda a ter paciência e humildade, mesmo que esteja com tarefas difíceis a fazer. Espero que você lute para ter alguém que você ama e que você encontre alguém que lute por você. Espero que você se perca na floresta e encontre-se no mar. Espero que se o mundo quebrar você, que você descubra como reconstruir-se ainda melhor do que antes. Espero que você leia livros que dêem novas idéias e que veja filmes que mostrem novas perspectivas. Espero que você aprenda a ver a verdadeira beleza nas pessoas e a ouvir a paz do silêncio.


Resumindo: Espero que você viva plenamente, com paixão e coragem, e que estimule os outros a fazerem o mesmo.

Eu e Você vs. The World

- terça-feira, 12 de abril de 2011

Não somos apenas eu e você. Somos você e eu contra o mundo. Seremos como astronautas flutuando alto e acima de tudo, porque quando nós estamos juntos os problemas simplesmente desaparecem. A melhor maneira de lutar contra o mundo não é com as duas mãos e punhos atados.

A melhor maneira de lutar contra o mundo é com as duas mãos entrelaçadas. Seremos vencedores, seremos amantes, afinal. Será muito mais do que "eu e você".

Abertura da Série Mulher-maravilha: 1ª Temporada [1975]

video

Wonder Woman vs. Superwoman: Liga da Justiça - Crise em Duas Terras

video

Journey - When You Love A Woman

- sábado, 9 de abril de 2011
Composição : Neal Schon/Steve Perry/Jonathan Cain

video

In my life I see where I've been
I said that I'd never fall again
Within myself I was wrong
My searchin' ain't over...over
I know that

When you love a woman
You see your world inside her eyes
When you love a woman
You know she's standin' by your side
A joy that lasts forever
There's a band of gold that shines waiting somewhere...oh yeah

If I can't believe that someone is true
To fall in love is so hard to do
I hope and pray tonight
Somewhere you're thinkin' of me girl
Yes I know...I know that

When you love a woman
You see your world inside her eyes
When you love a woman
You know she's standin' by your side
A joy that lasts forever
There's a band of gold that shines waiting somewhere...oh

It's enough to make you cry
When you see her walkin' by
And you look into her eyes

When you love a woman
You see your world inside her eyes
When you love a woman
Well you know she's standin' by your side
A joy that lasts forever
There's a band of gold that shines

When you love a woman...
When you love, love, love, love
When you love a woman
You see your world inside her eyes

Descongele meu coração


Eu amo dias frios em que você pode sair com um casaco e pode sentir o frio no rosto. Amo a maneira como os tímidos raios de Sol de um amanhecer aquece minha pele e ossos e derrete lentamente todos os traços do frio. Amo o verde brilhante das folhas, quando aparecem pela primeira vez nas árvores e o desabrochar das flores. Amo o cair de uma folha seca no solo e me deitar no tapete de folhas amareladas. Amo ciclos e recomeços.

Tesouros secretos

- sexta-feira, 8 de abril de 2011

Em um mundo de novidades constantes e de anúncios públicos em todas as plataformas existentes na web, eu acho algo de valor inestimável manter algumas coisas para si mesmo. Se permitir desfrutar da sua vida com privacidade, sem ter que compartilhar instantaneamente com milhares de pessoas.

É bom experimentar algo maravilhoso e não contar a ninguém sobre isso... Mantê-lo como um pequeno tesouro. Talvez um pensamento sábio que você possa internalizar, em vez de tweettar, ou um momento especial que você pode saborear em vez de blogar.

Longe dos "retweets", comentários e "curtiu", lembre-se de alimentar o seu ser, com pequenas fatias de vivência própria. Nem tudo precisa ser publicado. Nem tudo precisa ser revelado. Salve algumas coisas para si mesmo ao longo do tempo. Delícias secretas que só você sabe a verdadeira importância. :)

Poison Ivy Vs. Catwoman:

- terça-feira, 5 de abril de 2011


Hera Venenosa:
... Mas eu sempre sei dizer quando alguém está fingindo.

Um jovem coração sente melancolia


Ultimamente tenho-me sentido muito nostálgica. Não é por um lugar ou por uma pessoa ou pelo passado, mas por um sentimento. Eu fico pensando em como é belo para alguém fantasiar: agir com afetos profundos; ser o sal na vida de alguém; trazer o sabor em tudo. A grama é mais suave, a música é mais potente e até mesmo um simples copo de suco de laranja no gosto da manhã, parece ser a melhor coisa que você já tomou. Então, tenho desejado a emoção de um batimento cardíaco acelerado e bochechas coradas, desejo um sorriso que aqueça a minha alma, e desejo aquele que domina meus últimos pensamentos antes de cair no sono... Memórias de tais sentimentos.

Aventura de aniversário


No ano passado, no meu aniversário de 21 anos eu estava tão animada... estava finalmente começando a entender como era ser um adulto. Este ano, são 22 anos e eu só estou com essa sensação de envelhecer.

Bem, posso realmente sentir mudanças como crescimento, mudanças em torno de mim, em mim mesma, na minha mentalidade, na minha visão, na minha maturidade. Tudo sempre está em constante mudança, embora eu consiga preservar alguns aspectos.

Uma vez me disseram:

"Aproveite os sentimentos que você tem hoje, os sorrisos, os risos, as lágrimas, a dor, porque quando você amadurecer, você perceberá que está perdendo todos os sentimentos e lembranças que você tinha. Não chore mais .... Pouquíssimas coisas vão machucá-la e você não vai derramar mais lágrimas, como você faz hoje."

E hoje eu percebo como isso era verdade: Eu choro, mas menos agora. Eu me incomodo com as pessoas, mas procuro tolerar. Eu faço rir, mas raramente. As coisas mudam, e esta sou eu.

A vida é preciosa e ainda mais preciosas são as pessoas que eu amo e que me amam. Sem elas a vida é nada. E é claro, que eu te amo meu blog! :D .... Este é o meu terceiro aniversário com você.

Obrigada também a quem o acompanha e gosta (ou não) do que escrevo aqui. E esse post está incompleto, eu sinto que está. Mas é isso...

Daqui a algumas horas...

- segunda-feira, 4 de abril de 2011
A exatos 22 anos, o mundo se tornou um lugar melhor...

Sandman: The Dream Hunters (Os Caçadores de Sonhos)

- sábado, 2 de abril de 2011


Capa para Neil Gaiman. Arte de Yuko Shimizu.

Recomendo: 10 INDÍCIOS DE QUE VOCÊ É UM PSEUDONERD

- sexta-feira, 1 de abril de 2011

Acesse e confira:


Pegadas de Um Dinossauro do Século XXI: 10 INDÍCIOS DE QUE VOCÊ É UM PSEUDONERD - "Baseados nuns tipos reais que andei trombando por aí. Você só decidiu virar nerd porque percebeu (ou mais provavelmente, alguém te falou) ..."


Princesa Leia, por Bruce Timm

Sailor Moon, por Bruce Timm


Presa em uma minúscula e esférica gota d'água, esta formiga teve o infeliz azar de ser atinginda e ficar incapaz de escapar. Não deu tempo para que ela se escondesse durante uma chuva repentina e o fotógrafo Adam Gormley estava lá para tirar a imagem. Adam, de Noosaville, Queensland, Austrália, foi fotografar as aranhas no jardim do vizinho, quando a chuva começou a cair. Ele não tinha idéia de que havia uma formiga em uma das gotas em sua imagem, só viu depois. Ele disse: "Eu pensei que era alguma sujeira no interior da gota, e não era meu foco principal, eu gostava da maneira como a gota estava repousada sobre a folha de aloe vera. Quando fiz o upload para o meu PC, eu acho que gritei em voz alta de excitação quando eu percebi o que eu tinha capturado por acidente!"


Back to Home Back to Top